Em novembro, Papa pede que avanços da inteligência artificial sejam “humanos”

No vídeo de intenção de oração para este mês, Francisco traz a preocupação de que a robótica e a inteligência artificial possam aumentar as desigualdades, interrompendo um “progresso real” da humanidade. Por isso, o Papa pede que rezemos para que os avanços tecnológicas, assim como tornam um mundo melhor para se viver, estejam “vinculados ao bem comum” e orientados para “o respeito pela dignidade” das pessoas. Enfim, “rezar para que o progresso seja sempre humano”, concluiu o Pe. Frédéric Fornos.
Assista:
Fonte: Andressa Collet – Vatican News

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Posts Relacionados

Nos Envia uma Notícia