Começa o 4º COMISE Nacional com participação do Regional Norte1

É com o espirito missionário próprio da Igreja na Amazônia que ousa colocar os pés no chão e busca sempre ir para águas mais profundas, que a partir do Conselho Missionário de Seminaristas do Regional Norte 1 (COMISE- Labonté), em comunhão com a coordenação nacional dos COMISE’s, estamos em João Pessoa-PB para participarmos do 4º Congresso Missionário Nacional de Seminaristas (COMISE), em sintonia com a caminhada missionária da Igreja no Brasil, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) e a coordenação nacional dos COMISEs.

O evento é uma das iniciativas da programação do Ano Jubilar Missionário, e será realizado de 11 a 17 de julho de 2022, em João Pessoa-PB. na Arquidiocese da Paraíba.

Este congresso tem como tema “Missão ad gentes na formação de seminaristas”, e o lema “Sereis minhas testemunhas até os confins da terra” (At 1,8). O encontro reúne 350 participantes, entre seminaristas, reitores e formadores de seminários, bispos e convidados, sendo um espaço de reflexão, troca de experiências e celebrações.

Seu objetivo será animar e aprimorar a formação missionária dos futuros presbíteros no Brasil, de maneira que a missão seja realmente eixo central da formação e os ajude a adquirir um autêntico espírito missionário.

Pelo Regional Norte1 participam os seminaristas Mateus Cabral da Diocese de Coari; Idelfonso Barbosa da Diocese de Roraima; Pablo Gabriel, Diocese de Parintins; Wellington Colares da Prelazia de Borba; Camilo Jaílton da Diocese de Alto Solimões; Alfredo Quirino da Diocese de São Gabriel da Cachoeira; João Marcelo da Prelazia de Itacoatiara; e Rolisson Afonso da Arquidiocese de Manaus. Os seminaristas estão acompanhados pelo padre Zenildo Lima, Reitor do Seminário São José da Arquidiocese de Manaus; e o padre Braz Lourenço, assessor do COMISE do Regional Norte1.

Fonte: Camilo Jaílton – Seminarista Diocese de Alto Solimões

 

Wellington Colares Soares, da Prelazia Apostólica de Borba, cursa o 3º ano de Filosofia, e vem participar do 4COMINSE com um grupo de oito seminaristas da região Amazônica. Espera que o congresso possa oportunizar o contato com as diferentes culturas, mostrando a diversidade da ação missionária na Igreja do Brasil. O seminarista também quer partilhar a experiência vivida em sua região, no contato com os povos ribeirinhos e na vida pastoral da Amazônia. “A partir do rosto de cada seminarista que está aqui no Congresso vamos juntos reconhecer o rosto desta Igreja missionária. Espero que possamos juntos vivenciar esse processo de sinodalidade e toda a experiência que o Sínodo para a Amazônia nos fez refletir como Igreja no mundo. Queremos apresentar como a gente vive, com nossas dificuldades e soluções, ouvindo as diferentes realidades. Temos muitos desafios, com distâncias de quase dois dias de viagem entre uma comunidade e outra. Queremos sair dessa realidade de uma Igreja de visita e passar para uma Igreja de presença, como hoje nos pede o Papa Francisco. Encontrar missionários para se fazer presença é um grande desafio para nós”, destacou o seminarista.

https://youtu.be/xcH9Q148L2I

Credito:Pontifícias Obras Missionárias,org.com

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Posts Relacionados

Nos Envia uma Notícia